SEO para jornalistas: O guia completo em 2022

SEO para jornalistas: aprenda fazer otimização de matérias jornalísticas em publicações digitais e ganhe mais visibilidade conquistando a primeira página do Google

SEO para jornalistas - O Guia completo em 2022
SEO para jornalistas - O Guia completo e definitivo
Adriano Rodrigues

Por:

Adriano Rodrigues

Por que SEO para jornalistas? Existe alguma diferença em relação ao SEO voltado para o marketing? SEO aplicado em matérias jornalísticas não é diferente do SEO para marqueteiros. A técnica é a mesma, só que no jornalismo digital, esta técnica requer alguns novos desafios.

Neste artigo vou te entregar 20 dicas de como você pode fazer SEO no jornalismo digital. Garanto que, se você aplicar esta técnica em seus conteúdos digitais, você ganhará mais visibilidade nos buscadores e sua publicação pode entrar na primeira página do Google.

Antes de entrarmos de cabeça na explicação de como usar SEO no jornalismo digital, é preciso avisar duas coisas: 1 – primeiramente gostaria de contextualizar alguns conceitos primeiro; 2 – depois, é bom avisar que no final do artigo tem um resumo pontual de como fazer SEO no Jornalismo Digital. Boa leitura!

Afinal, o que é SEO (Search Engine Optimization)?

A sigla SEO vem de Search Engine Optimization, que em uma simples tradução significa: Otimização para Motores de Busca. 

Fazer SEO no jornalismo digital é basicamente criar um bom conteúdo e deixá-lo rastreável pelos mecanismos de busca como Google, Bing, entre outros. É convidar e facilitar o rastreamento do seu conteúdo pelos buscadores. É entregar para seu leitor uma matéria de qualidade.

O SEO é muito percebido quando o assunto é Marketing Digital, mas se enganam aqueles que pensam que SEO é coisa de marqueteiro. O SEO pode e deve ser aplicado também no jornalismo digital, nas ações digitais, de relações públicas, etc.

SEO no jornalismo: O que é e como fazer?

Como fazer SEO para jornalistas?
O que é como fazer SEO para jornalistas?

Para responder esta questão, levantamos 2 pontos imprescindíveis e que não podem ficar de fora quando o assunto for levar suas matérias para os rankings das pesquisas na internet.

SEO para jornalistas: novos desafios no jornalismo digital

Acredito que se o jornalista conhecer e aplicar SEO em suas matérias, ele ganhará muita relevância na internet, pois escrever conteúdos ricos e informativos já está em sua natureza e formação.

Vejo muita resistência de alguns jornalistas ao usar o SEO. Não sei se esta resistência é por medo, por falta de conhecimento ou achar que seu conteúdo possa ficar duro e robotizado. Esta última questão me faz entender o receio que eles têm quando o assunto é SEO.

Meu objetivo aqui é mostrar para o jornalista, que trabalhar com SEO vai ajudar a levar seu conteúdo a ter mais visibilidade nos buscadores. 

Sendo assim, além de auxiliar a levar conteúdos ricos e valiosos criados por ele, vai ajudar muito também na saúde financeira da mídia em que o jornalista trabalha, pois poderá atrair mais leitores para suas publicações.

1 - Faça um bom planejamento

Reproduzir vídeo
Faça um bom planejamento - SEO para jornalistas
1 - Faça um bom planejamento - SEO para jornalistas

É bom salientar que para aplicar SEO em publicação digital é preciso de um projeto e não apenas sair fazendo. No projeto você precisa pensar quais conteúdos você vai publicar, quem será seu leitor, qual plataforma você vai usar.

Quando você faz um trabalho de publicação digital é preciso pensar em continuidade. Se você publicar apenas um texto sobre determinado conteúdo, o Google não vai te enxergar como autoridade naquele assunto. 

Para ter autoridade em determinado assunto, você precisa ter vários outros conteúdos que ajudem o leitor a saber que você é especialista naquela área. Para ter autoridade é preciso ter também periodicidade e não apenas publicar apenas uma única matéria.

Antes de sair fazendo, é bom eu te responder uma pergunta que me fazem: aplicar SEO no jornalismo digital é necessário? 

Vou te dar uma resposta direta e objetiva: É sim! É preciso fazer SEO quando o assunto for publicação digital, se não, você estará desperdiçando seu tempo e jogando todo seu trabalho fora.

Quando você escreve um artigo, uma matéria, uma resenha ou qualquer tipo de conteúdo no digital, o que mais você quer é que as pessoas leiam. Mas o que mais vejo são pessoas publicando conteúdo sem técnica nenhuma e depois reclamam que não tem visibilidade.

Saiba que para planejar sua publicação digital, você precisa pensar em algumas questões: 

1 – Fazer um bom planejamento; 

2 – Conhecer sua persona;

3 – Fazer um bom levantamento de palavras-chaves;

4 – Publicar bons conteúdos otimizados;

5 – Ter uma boa plataforma também otimizada;

7 – Distribuir seus conteúdos em redes sociais;

8 – Criar versões em vídeos e /ou podcast de seu conteúdo; 

10 – Por fim, analisar todo este esforço por meio das métricas.

Quero aqui registar a minha crítica quando o assunto é SEO no jornalismo digital. Vejo muitas revistas digitais, por exemplo, feitas sem o uso de SEO e pior, publicadas até em PDFs. 

A consequência disso é o desperdício de grandes esforços na publicação de revistas on-line.  Sem o uso de SEO nas revistas digitais, por exemplo, seu conteúdo está aliado à sorte e pode não aparecer na primeira página do Google.

Essa minha crítica está registrada em um artigo que escrevi e apresentei em um congresso de comunicação (INTERCOM). Leia a versão on-line do artigo na íntegra: Revista Corporativa em ambiente on-line e a busca pela primeira página do Google. Se você quiser ler o artigo que apresentei no congresso, o artigo é este aqui: Revista corporativa em ambiente on-line: técnicas e tecnologias em busca da autopropagação da notícia).

2 - Entenda como funciona o Google

Reproduzir vídeo
2 – Entenda como funciona o Google - SEO para jornalistas

2 – Entenda como funciona o Google - SEO para jornalistas


Primeiramente, para você ter sucesso com sua publicação digital, é preciso entender como funciona o Google. 

Todo mundo sabe que o Google vive de anúncios e onde tem anúncios precisa ter conteúdo. 

Quem faz os conteúdos que o Google precisa?

A resposta é: quem quiser, ou seja, pode ser você. Resumindo: o Google precisa de conteúdos ricos para entregar para seus usuários. Quando o usuário encontra um conteúdo, acima deles vem os anúncios do Google e isso é uma troca. 

 

O Google não quer entregar para seus usuários conteúdos ruins. Por meio de suas tecnologias ele procura entregar conteúdos de qualidade para seus usuários. Mas nem sempre o Google encontra conteúdo de qualidade, aí ele entrega o que tem.

 

Quando o Google não entrega um conteúdo de qualidade para seu usuário, você tem aqui uma ótima oportunidade para você aparecer no lugar desses conteúdos ruins.

 

Além de conteúdos de qualidade, o Google quer que você tenha uma plataforma de qualidade. O Google quer que sua plataforma tenha uma boa experiência para o usuário, o famoso UX (user experience / experiência do usuário).

Publicidade

Para obter sucesso com seus conteúdos na internet, você precisa de um bom conteúdo, boa plataforma e uma boa distribuição. Para isso é preciso otimizar todas essas etapas.

Quando otimizamos nosso conteúdo dentro do nosso site, chamamos de SEO On-Page (otimização na página). Quando otimizamos conteúdos que serão publicados em outros sites, chamamos de SEO Off Page e quando otimizamos a plataforma, chamamos de SEO Técnico (otimização técnica).

A regra é: faça um bom conteúdo, otimize o conteúdo, crie uma plataforma com uma excelente experiência para o usuário, que o Google pode te colocar na primeira página. No fundo, você trabalha pro Google e de graça.

Otimize suas matérias com SEO (Search Engine Optimization)

3 - Comece seu texto com uma boa palavra-chave

Reproduzir vídeo
3 – Escolha uma boa palavra-chave - SEO para jornalistas

3 – Escolha uma boa palavra-chave - SEO para jornalistas


Antes de sair escrevendo seu conteúdo, escolha a palavra-chave que vai nortear sua publicação. A palavra-chave será seu guia na hora de escrever seu texto.

Para fazer escolher uma boa palavra-chave, use ferramentas, como a Semrush por exemplo. Veja como:
Abra o site da Semrush e do lado esquerdo escolha a opção Keyword Magic Tool. Coloque a sua palavra-chave na caixa de busca e faça sua pesquisa.

A Semrush trará várias informações sobre sua palavra-chave. Você verá informações como: Intenção de busca, volume de pesquisa, tendência (se a palavra-chave está em crescimento ou declínio), dificuldade de ranqueamento entre outras informações relevantes.

Com base nesses dados colhidos você pode avaliar e decidir o uso ou não da palavra-chave.

É bom salientar que a plataforma Semrush é muito boa, mas é paga e não é barata. Não se assuste, ela tem opção de uso gratuito que ajuda a obter dados para avaliar a viabilidade da palavra-chave.

4 - Faça uma boa seleção de palavras-chave relacionadas

Selecione palavras-chaves na Semrush - SEO para jornalistas
4 – Selecione palavras-chaves na Semrush - SEO para jornalistas

Reproduzir vídeo

A Semrush trará várias informações sobre sua palavra-chave. Você verá informações como: Intenção de busca, volume de pesquisa, tendência (se a palavra-chave está em crescimento ou declínio), dificuldade de ranqueamento entre outras informações relevantes.

Com base nesses dados colhidos você pode avaliar e decidir o uso ou não da palavra-chave.

É bom salientar que a plataforma Semrush é muito boa, mas é paga e não é barata. Não se assuste, ela tem opção de uso gratuito que ajuda a obter dados para avaliar a viabilidade da palavra-chave.

5 - Ache informações também no Google

5 – Selecione palavras-chaves também no Google - SEO para jornalistas

5 – Selecione palavras-chaves também no Google - SEO para jornalistas

Reproduzir vídeo

Outra solução simples e de graça é achar palavras-chaves no Google. Coloque a palavra-chave que você está usando na busca do Google e veja a resposta que ele entrega.

Com o resultado do Google, selecione outras palavras-chaves para ajudar a criar sua matéria.

Outra coisa importante nessa busca do Google, se fizer sentido para seu conteúdo, responda as perguntas que as pessoas fazem no Google. Respondendo essas perguntas, você estará oferecendo um conteúdo que as pessoas querem, você está tirando a dor do seu leitor.

6 - Comece a escrever seu conteúdo

6 – Comece a escrever seu conteúdo - SEO para jornalistas
6 – Comece a escrever seu conteúdo - SEO para jornalistas
Reproduzir vídeo

Agora que você escolheu sua palavra-chave de forma criteriosa e com uso da tecnologia, está na hora de você começar a escrever sua matéria.

Minha primeira sugestão é que você faça isso no Google Docs ou no Microsoft Word online

Usar um software on-line para você escrever sua matéria é importante devido ao fácil acesso ao conteúdo escrito (pode acessar o conteúdo de qualquer lugar com internet), além de poder compartilhar seu conteúdo com outras pessoas envolvidas no processo, como um revisor, por exemplo.

7 - Ao começar seu texto, coloque a palavra-chave no seu título

7 – Coloque a palavra-chave no seu título - SEO para jornalistas
7 – Coloque a palavra-chave no seu título - SEO para jornalistas
Reproduzir vídeo

Quando você for escrever sua matéria, coloque a palavra-chave principal no início do seu título. Se não der para colocar no início não force, mas sempre que for possível faça desta forma.

Colocar a palavra-chave no início do seu título facilita a varredura que o robô do Google faz em seu conteúdo.

8 - Coloque a palavra-chave também no seu subtítulo ou intertítulos

8 – Coloque a palavra-chave também subtítulo - SEO para jornalistas
8 – Coloque a palavra-chave também subtítulo - SEO para jornalistas
Reproduzir vídeo

Ao criar seus subtítulos ou intertítulos coloque também sua palavra-chave nesses lugares. A lógica é a mesma do título, você indica para os buscadores qual palavra-chave você está trabalhando.

9 - Trabalhe bem as 100 primeiras palavras do seu texto

9 – Trabalhe bem as 100 primeiras palavras do seu texto - SEO para jornalistas
9 – Trabalhe bem as 100 primeiras palavras do seu texto - SEO para jornalistas

Mostre para seu leitor a qualidade do seu conteúdo e do seu texto. Conquiste esse leitor logo nas 100 primeiras palavras.

Outra coisa importante é que você não esqueça de colocar a palavra-chave no seu primeiro parágrafo. Fazendo isso, você mostra para o Google qual palavra-chave você está trabalhando.

10 - Distribua a palavra-chave em seu conteúdo

10 – Distribua a palavra-chave em seu conteúdo - SEO para jornalistas
10 – Distribua a palavra-chave em seu conteúdo - SEO para jornalistas

Tome cuidado para não deixar seu texto robótico e duro. Não esqueça de distribuir sua palavra-chave em seu texto.

Cuidado com a distribuição forçada e artificial da sua palavra-chave. NÃO DEIXE SEU TEXTO CHATO DE LER. 

Quantas vezes você deve repetir a palavra-chave em seu texto?

A resposta para essa pergunta é: 2,5%. Ex.: se seu texto tiver 1000 palavras, você deve repetir 25 vezes a palavra-chave em seu texto.

Talvez você ache que repetir 25 vezes a palavra-chave em seu texto seja muito ou fique robótico. Para evitar isso, use a palavra-chave também em legendas.

Outra forma de evitar a rigidez do seu texto é achar sinônimos, para isso, você pode usar o dicionário de sinônimos, ou palavras que façam parte do contexto. Para saber mais, estude um assunto chamado web semântica.

11 - Escreva texto com no mínimo 300 palavras

11 – Escreva texto com no mínimo 300 palavras - SEO para jornalistas
11 – Escreva texto com no mínimo 300 palavras - SEO para jornalistas

O conteúdo na internet precisa ser rico, valioso, que informe ou até tire as dúvidas do seu leitor.

 

Sendo assim, não dá para escrever um texto raso, com poucas palavras. Na internet, os buscadores consideram que um bom texto tem que ter no mínimo 300 palavras, então a dica é, não escreva textos curtos.

Qual a quantidade de palavras que deve ter um texto na internet?

A resposta para essa pergunta é: a quantidade de palavras é a quantidade que você precisa para escrever um bom texto. Não fique preso a isso.

Uma pesquisa feita pelo Felipe Bazon (especialista em SEO) afirma que um texto considerado bom pelo Google deve ter em média 2.500 (duas mil e quinhentas) palavras.

É bom ressaltar que se você é um portal de notícias e trabalha muito com hard news não precisa escrever matérias tão longas assim, pode ficar dentro das 300 palavras.

Sugiro que utilize 2.500 palavras em matérias mais profundas, mais longas e que precise de baste informação.

12 - A legibilidade é muito importante em seu texto

12 – Trabalhe a legibilidade em seu texto - SEO para jornalistas
12 – Trabalhe a legibilidade em seu texto - SEO para jornalistas

Quando você for escrever um texto que será publicado na web saiba que existe diferença em relação ao texto impresso. Pense em aplicar a técnica de legibilidade para facilitar a leitura.

O que é legibilidade no SEO?

A legibilidade neste caso é a arte de deixar seu texto mais legível, mais escaneável quando for escrito para web. Você quer deixar seu texto fácil de ler. 

 

Além de deixar um texto fácil de ler, seu texto precisa ter qualidade e deixar que o leitor consuma todo o conteúdo. Resumindo, o texto precisa ser gostoso de ler e ter legibilidade.

 

Aplicar legibilidade em um texto criado para ser lido na web é pensar no leitor e consequentemente facilitar a vida do motor de busca que varre a web. Resumindo, com a legibilidade você facilita a vida do leitor e do motor de busca.

Como aplico legibilidade em meu texto digital?

Legibilidade é um assunto complexo e merece um artigo à parte. Mas para te passar dicas rápidas, vamos mostrar algumas questões que não podem ficar de fora quando o assunto for legibilidade e SEO no jornalismo digital. Vamos lá:

 

  • Ao escrever um texto, separe os assuntos por subtítulos
      • Se o seu conteúdo for rico e tiver uma grande quantidade de texto, separe-os por subtítulo;
      • Os conteúdos dos subtítulos devem ter no máximo 300 palavras cada assunto.
        Obs.: não é para escrever subtítulos com 300 palavras e sim o conteúdo pertencente a ele.

  • escreva seu texto com parágrafos curtos
      • Não deixe os parágrafos do seu texto muitos longos, eles cansam e atrapalham a legibilidade ao seu conteúdo digital;

  • use a voz ativa eu seu texto
      • Usar a voz ativa em um texto digital, torna-o mais dinâmico e sempre chama seu leitor para uma ação. Quem usa muito esta técnica são os publicitários. Veja o exemplo: “Beba Coca-cola”. A palavra “Beba” chama o leitor para fazer uma ação e nunca o deixa inerte ao que é desejado pelo redator;

  • Não use palavras complexas, a não ser que seja necessário
      • As palavras complexas enriquecem o texto, mas em uma matéria jornalística recheadas de palavras complexas deixará o texto mais truncado, duro.

  • Faça conteúdo rico e simples de ler
    • Os conteúdos ricos ajudam a informar seu leitor, mas na web ele precisa ser simples sem perder a riqueza e a qualidade jornalista e da escrita.
    • Em textos escritos por jornalistas para o marketing de conteúdo, por exemplo, o texto pode ser escrito quase como uma conversa.

Como disse, o assunto é mais complexo e merece um artigo à parte. Quer saber mais sobre o assunto? Leia o texto O que é legibilidade e por que é importante?.

13 - Marque seu texto com heading tags (H1, H2, H3…)

13 – Marque seu texto com Heading Tags - SEO para jornalistas
13 – Marque seu texto com Heading Tags - SEO para jornalistas

As heading tags ajudam a identificar em seu texto a hierarquia que este texto tem. Marcando seu texto com as heading tags, o motor de busca do Google saberá o que é título, subtítulos, textos, etc

O que são heading tags?

As heading tags integram a estratégia de SEO. Elas são usadas para organizar o seu texto, criar hierarquia e dizer para o robô do Google como está organizada a estrutura do seu texto.

 

Quando escrevemos uma matéria nós temos, títulos, subtítulos, linha fina, parágrafos, legendas, etc. Para criarmos uma estrutura de texto do ponto de vista da redação e do design, nós criamos hierarquias e marcamos com as heading tags.

Como usar as heading tags?

A marcação da heading tags em seu texto é bem simples. Dentro de um CMS (Sistema de gestão de conteúdo), um WordPress por exemplo você vai fazer assim:

 

  • Marque seu título com Heading 1 (H1)
    Selecione seu título, vá até a opção parágrafo no editor de texto e marque como Heading 1, ou H1. Em alguns wordpress, pode estar traduzido como Cabeçalho 1;

  • Com esta marcação de texto, além de criar uma hierarquia visual do seu conteúdo, você está mostrando para o robô do Google onde está seu título;

  • Marque seus subtítulos com Heading 2 (H2)
    A forma de marcação dos seus subtítulos é a mesma do título, só que aqui você marcará seu texto com a heading tag H2.
    Com esta marcação, seu texto ficará mais organizado e agora o robô do Google saberá onde está seu subtítulo.

Se seu subtítulo tiver dentro dele outros subtítulos marque-os com a heading tags H3

Se seu texto tiver subtítulo do subtítulo marque-o com heading tags H4.

Obs.: não é muito bom ter um excesso de heading tags como H5, H6 etc.

Quais são os principais motivos para usar heading tags?

Como já disse, as heading tags ajudam a hierarquizar seu texto do ponto de vista da escrita, tem uma organização visual do ponto de vista do design, com diferentes tamanhos de texto e aponta para o robô do Google onde estão o seu título e subtítulos.

O que são heading tags classificadas?

As marcações de tags nos ajudam na classificação do nível de importância do seu texto. A tag H1 é a mais importante (use esta tag somente uma vez). A tag H2 é a segunda mais importante (use várias vezes) e as seguintes H3, H4, H5 e H6 são as menos importantes na hierarquia.

Obs: Use no máximo até a tag H6.

14 – Use hiperlinks em suas matérias - SEO para jornalistas
14 – Use hiperlinks em suas matérias - SEO para jornalistas

Em algum momento da redação de um texto, ou uma matéria jornalística, você vai citar alguma coisa ou alguém. Isso acontece em qualquer texto, mas é muito comum em textos acadêmicos. 

Quando você citar alguma coisa ou alguém em seu texto, marque-os com um hiperlink, isso ajudará a ranquear sua matéria no Google, além de referenciar quem é de direito.

O que é hiperlinks?

O hiperlink é nada mais nada menos que um link em seu texto. Este link pode levar seu leitor para links internos ou links externos.

Como já disse, o Google vê os hiperlinks como boa prática de SEO na otimização de conteúdo.

Estratégia de internos, externos e link building

Quando escrevemos uma matéria podemos usar os links interno e externos. O uso dos dois tipos de links são consideradas boas práticas pelo Google. Os links internos estão sob seu controle, já os externos precisam de ações de link building.

Uso de links internos em seu projeto de SEO

Os links internos são usados quando temos outro artigo, em outra página de seu próprio site de publicação. 

Quando uso o link interno? em uma publicação que possa reforçar a informação citada no texto que o leitor está consumindo.

Os links internos ajudam você a dar mais visibilidade aos conteúdos publicados em sua própria mídia digital.

A criação e a indicação de links internos só depende de você, pois você está levando seu leitor para outras páginas do seu próprio site.

Como eu faço uma estratégia de links internos no jornalismo digital?

Eu geralmente faço um texto pilar, um texto bem grande, completo, recheado de informações relevantes.

Nesse grande texto completo, eu não consigo dar conta de explorar por completo os vários assuntos que abordei no texto pilar, é aí que começo minha estratégia de links internos.

Veja um exemplo de texto que fiz utilizando a técnica que vou te apresentar. Procure no Google por Marketing para restaurante. Provavelmente você encontrará um artigo que fiz para a Doka Comunicação

Abra o artigo e lá você encontrará mais de 30 dicas de estratégia de marketing para restaurantes. 

Veja que cada dica eu apresento em um ou até mais de um parágrafo. Com esta pouca quantidade de texto, eu não consigo explorar um assunto por completo.

Como faço então? 

Para dar conta de um assunto apresentado no texto pilar, que foi exposto neste grande artigo em poucos parágrafos, eu crio em outra página uma versão bem completa deste assunto e na página pilar, onde está o texto principal eu crio um link interno mandando as pessoas lerem o artigo mais completo.

Os links podem ser criados marcando o texto e atribuindo um hiperlink, levando o leitor para outro artigo, ou colocando um botão de Call to action (chamada para ação). Ambas formas de atribuir links funcionam bem.

Uso de links externos em minhas matérias jornalísticas

Os links externos são usados quando queremos referenciar algo ou alguém que citamos em nossa matéria. Esta prática parece muito com as citações acadêmicas.

Muitos jornais ou revistas não gostam de atribuir links externos, pois acham que as pessoas podem sair do seu texto principal, o que pode ser uma justificativa válida.

Muitas publicações jornalísticas até cobram para atribuir links externos em suas matérias. Eles têm isso até como negócio.

Uma vez dei uma entrevista para uma grande revista e pedi para atribuírem o link para meu nome ou para o nome de minha empresa. A resposta da revista é que eles não atribuem links externos. Fiquei chateado (risos)

Os links internos são bem vistos pelo Google, além de ser uma forma honesta de levar mais informações para o leitor e referenciar quem foi citado.

Cabe aqui um alerta. Não atribua links externos para concorrentes ou matérias com a mesma finalidade. Se você fizer isso, levará de bandeja para seu concorrente um público que também é do seu interesse.

Quais são os passos para inserir hiperlinks?

Para você criar um hiperlink em sua publicação é bem simples. Temos dois caminhos para inserir hiperlinks em minhas matérias jornalísticas:

  • Quando você escrever sua matéria em algum editor de texto, no Microsoft Word, ou no Google Docs por exemplo, coloque já no editor o link em seu texto. Esta prática vai facilitar sua vida quando for publicar seu texto final no WordPress.

    1. Como fazer isso? Copie o link que você quer atribuir; selecione o texto que receberá o link; vá até o menu inserir, escolha a opção Link e cole o link que você irá atribuir em sua publicação;

    2. Se você for atribuir link no Google Docs (outro editor de texto), faça assim: copie o link que você quer atribuir; selecione o texto que receberá o link; vá até a opção inserir link que fica próximo das opções de formatação de texto.

  • Como colocar link no WordPress? 

  • Sugiro que você faça assim:

Copie o link que você quer atribuir; selecione o texto que receberá o link; vá até as opções de edição de texto e lá você encontrará um símbolo da engrenagem que é a opção de inserir / editar links, cole o link na caixa que aparecer e pronto, está aplicado o link na palavra de sua matéria.

Como fazer uma pessoa clicar no link?

Já vimos a importância e os tipos de hiperlinks. Agora, como fazer uma pessoa clicar no seu link?  

Podemos dar algumas respostas para esta pergunta.

 

  1. Quando você marcar uma palavra e atribuir um link para ela, automaticamente esta palavra está marcada com uma cor diferente e um sublinhado embaixo, como este aqui. Esta é a primeira forma das pessoas perceberem seu link;

  2. A segunda forma das pessoas perceberem seu link é criando um botão de saiba mais (call to action), por exemplo. Este botão naturalmente fica evidenciado e as pessoas não ficam alheias a este convidativo chamariz. Veja o exemplo abaixo:

3. A terceira forma é colocar um vídeo para rodar dentro de sua publicação. Isso também é uma forma de atribuir link dentro do seu texto jornalístico.

4. Não esqueça de colocar links nos anúncios dos seus clientes, eles vão ajudar a levar o leitor para a página do seu anunciante e se ele tiver um sistema de monitoramento ele vai perceber que links externos vindo de sua publicação estão chegando até ele.

Como funciona o link na internet?

O link na internet funciona como um sinal de apontamento de outros conteúdos, sejam eles internos ou externos e são bem vistos pelo Google.

Estratégia de Link Building

Bom, agora que já vimos a importância dos links internos e externos aplicados ao jornalismo digital, veremos agora uma estratégia tão importante e interessante de obter links para sua publicação, que é a técnica de link building.

O que é link building?

Se traduzirmos ao pé da letra, link building é “construção de links”. Na estratégia de SEO, link building é muito mais que isso. É na verdade um conjunto de ações para conseguir links qualificados de outras publicações para a sua publicação. Isso é chamado de backlink (link de volta).

O que são links qualificados em uma estratégia de link building?

Quando algum grande site, como um portal do Estadão, Folha de São Paulo, UOL, Terra, etc, citam você, sua empresa ou um artigo seu, atribuindo a esta citação um link de volta (backlink), você estará recebendo um link qualificado.

Por que os links dos grandes portais são qualificados? 

O Google considera os grandes portais ou as grandes revistas como publicações de qualidade, pois essas publicações contribuem diariamente com a internet publicando matérias de qualidade. 

Se você conseguir um backlink vindo dessas grandes empresas jornalísticas, você ganhará um grande sinal de qualidade.

Então quer dizer que só das grandes publicações são consideradas backlinks qualificados?

Não, você também pode obter backlinks de pequenas e médias publicações, mas se conseguir dessas grandes empresas de mídia é melhor.

É fácil fazer uma boa estratégia de link building?

Não é fácil não. As publicações externas não vão querer atribuir link de volta para sua publicação, por isso é preciso fazer um bom trabalho com especialista, ou você mesmo pode adquirir esta habilidade estudando o assunto e adquirindo contatos de jornalistas.

Tem um assunto bem completo sobre link building na empresa Resultados Digitais. Sugiro que você leia este artigo para entender melhor o assunto e buscar este conhecimento.

Se eu não me especializar, qual o profissional que pode me ajudar na estratégia de link building?

Sugiro que você converse com profissionais de relações públicas. Geralmente as empresas de relações públicas tem um departamento de assessoria de imprensa e lá eles fazem este trabalho.

15 - Otimize as imagens do seu conteúdo

15 – Otimize as imagens do seu conteúdo - SEO para jornalistas
15 – Otimize as imagens do seu conteúdo - SEO para jornalistas

Uma questão de muita importância sobre SEO no jornalismo digital é a questão das imagens. Elas ajudam a ilustrar a matéria e a passar informações de forma visual. 

Em muitos casos, as fotos aplicadas em suas matérias acabam sintetizando todo o conteúdo de forma brilhante.

Quando as fotos forem publicadas em suas matérias jornalísticas na internet, elas também precisam ser otimizadas. 

A otimização das fotos ajudam na indexação de suas matérias. Elas poderão ser vistas na busca do Google por meio da pesquisa por imagem. Se isso acontecer, as pessoas podem chegar em suas matérias por meio das imagens indexadas.

Como devo otimizar minhas imagens para publicar em minha matéria jornalística?

A otimização das imagens tem vários pontos relevantes e que não podem ficar de fora da estratégia de SEO no jornalismo digital. Veja o que você não pode deixar passar.

 

a. Originalidade da imagem
As imagens publicadas em suas matérias precisam ser originais. Usar fotos de bancos de imagens vai atrapalhar na exclusividade da imagem e poderá ter problemas de direitos autorais. Sugiro que você veja bem essas regras.

 

b. Tamanho da imagem e leveza das imagens
Para criar uma organização e deixar sua matéria mais rápida de carregar, precisamos prestar atenção em duas questões:

• A primeira, é deixar sua imagem no tamanho da publicação para não atrapalhar no design. Descubra qual a largura e altura da imagem que vai em sua publicação para não ficar fora de padrão;

• A segunda questão é deixar a imagem bem leve para facilitar o carregamento da página.
Quando você pega uma imagem original ela está bem pesada, está com peso de Mega Bite (ex.: 2,4 MB). O ideal é deixar sua imagem em KByte (ex.: 89 kb). Se as imagens ficarem pesadas elas deixarão sua página mais lenta, demora no carregamento e não vai indexar no Google. Veja como deixar suas imagens mais leves.

a. Nomeação do arquivo
Outra forma de ajudar na indexação na imagem é nomeá-la de forma correta. Muitas pessoas não ligam para isso, mas esta fase é importante.
Salve assim o nome de sua imagem: palavra-chave-assunto-nome-da-publicacao.jpg.

Ficou confuso? Vou te dar um exemplo da imagem publicada neste texto: seo-para-jornalista-otimizacao-imagem-rdo-midia.jpg. Deu para entender agora? Eu coloquei primeiro a palavra-chave do artigo, seguido do assunto que esta imagem ilustra dentro do texto e no final eu coloquei o nome da publicação, que aqui é da RDO Mídia. É bom salientar que as palavras não podem ter acentos e são separadas por hífen.
Obs.: se você tiver várias imagens com o mesmo assunto, coloque número na frente, aí você terá várias imagens com o mesmo nome do arquivo, ficando diferente apenas pela numeração inicial. Ex.: 01-seo-para-jornalista-otimizacao-imagem-rdo-midia.jpg

 

d. Descrição da imagem (texto alternativo)
Outra forma de otimizar as imagens é criando uma descrição para esta imagem. Quando você faz isso, está criando um texto alternativo.

Como fazer a descrição da imagem?

Vamos dar um exemplo. Veja a imagem a seguir e vou descrever para você esta imagem.

Descrição da imagem: jornalista mulher, com microfone sobre a mesa, entrevistando outra mulher).

Onde você coloca o texto alternativo?

Como disse, o texto alternativo vai por trás da imagem. Para atribuir este texto na imagem, faça da seguinte forma:
Dentro do WordPress, selecione a imagem, clique no ícone do lápis que está no canto superior direito da imagem e preencha o campo de texto alternativo.

16 - Personalize suas URLs criando URLs amigáveis

16 – Personalize suas URLs - SEO para jornalistas
16 – Personalize suas URLs - SEO para jornalistas

URL (Uniform Resource Locator) é o endereço do seu site. Veja um exemplo: www.revistadigitalonline.com.br. O que isso pode ajudar ou influenciar na sua estratégia de SEO no jornalismo digital? 

Só te digo uma coisa, ajuda muito.

Para que a URL possa ajudar na otimização do seu texto, é preciso personalizar esta URL, criando URL amigável.

O que é e como fazer URL amigável?

Uma URL amigável é quando você edita a URL do seu site publicador, criando assim um endereço da publicação de sua matéria. Quando você publica uma matéria jornalística, é preciso criar esta URL amigável.

Como é uma URL amigável? 

Podemos dizer que é uma URL amigável ao conteúdo que você está publicando. Veja como ficou a URL desta matéria: https://revistadigitalonline.com.br/seo-para-jornalista. Você viu que depois do endereço do site colocamos a palavra-chave da publicação?

É assim que se faz uma URL amigável: depois do endereço do site, você coloca a palavra-chave que você está usando em seu texto jornalístico. 

Uma coisa importante nesta estratégia é que você não pode publicar outro texto com a mesma URL amigável, é preciso que para cada palavra-chave você tenha um texto diferente e com URLs diferente, ou seja, não pode repetir URL amigável em outro texto de seu site publicador.

Outra coisa que não pode acontecer é a criação de URLs longas e sem sentido. Elas atrapalham muito a estratégia de SEO. Veja o tamanho desta URL publicado na Revista Superinteressante: https://super.abril.com.br/ciencia/por-que-os-tiranossauros-tinham-bracos-curtos-estudo-sugere-nova-hipotese/. Ela é muito grande, evite este tipo de prática.

17 - Use a ferramenta YOAST SEO para checar seu conteúdo otimizado

17 – Use a ferramenta YOAST SEO - SEO para jornalistas
17 – Use a ferramenta YOAST SEO - SEO para jornalistas

Todo este trabalho de SEO feito em sua publicação precisa ser verificado, validado e checado. Como se faz isso, é manualmente? 

Não. Não é manualmente.

A validação do seu SEO é feita por um plugin instalado dentro de seu WordPress, por exemplo, chamado Yoast SEO

O Yoast SEO é uma poderosa ferramenta que vai te ajudar muito na checagem e validação da otimização de sua matéria otimizada com SEO. Com o preenchimento dos dados que você fará na ferramenta, ela vai avaliar seu conteúdo e te dar um feedback do que precisa corrigir.

Todos os pontos que colocamos neste artigo quando falamos de SEO no jornalismo digital serão chegados e apontados na ferramenta. Ela apresentará para você pontos positivos e validados em seu texto e pontos negativos que precisam ser corrigidos para que seu texto fique bem otimizado.

Outra coisa importante do YOAST SEO é o seu site. Ele tem cursos e muitos conteúdos ensinando SEO. Sugiro como uma excelente fonte de informação sobre o assunto. 

Quanto custa o plugin YOAST Seo?

Para responder esta pergunta, posso te dar duas notícias, uma boa e uma ruim.

A notícia boa, é que este plugin tem uma versão gratuita que resolve bem a questão de SEO. Usei muito tempo esta versão grátis e não me fez falta.

Quando você pegar bastante experiência com SEO e você já estiver avançado nesta prática, vai precisar das versões pagas e é aí que está a notícia ruim. A versão Premium do plugin custa a partir de $ 99 (noventa e nove dólares) por ano. O valor é um pouco elevado para os padrões brasileiros, mas digo que vale muito a pena.

18 - Vídeo é bom quando o assunto é SEO

18 – Vídeo é bom quando o assunto é SEO - SEO para jornalistas
18 – Vídeo é bom quando o assunto é SEO - SEO para jornalistas

Criar matéria em vídeos também ajuda muito na estratégia de SEO. Na hora de publicar as matérias em vídeos é bom escolher o YouTube, pois ele é o segundo maior buscador de conteúdo na internet e esta indexado no Google e no Youtube é uma estratégia bem inteligente.

É bom frisar que os vídeos também não podem ser publicados de qualquer forma, eles precisam também serem otimizados e para isso tem muita técnica empregada.

Não dá para falar de otimização de vídeo neste artigo, isso é assunto para outra publicação, mas acredite, faça matérias de vídeo otimizadas que você também ganhará relevância em suas publicações digitais.

Uma pergunta que me fazem é: Pode colocar vídeo dentro da matéria de texto? 

A resposta é: não só pode, como deve. 

Se você colocar um vídeo dentro de sua matéria de texto, e seu leitor assistir este vídeo dentro de sua publicação, isso contará ponto na otimização do seu conteúdo, pois o Google considera o tempo que as pessoas levam dentro de sua matéria.

Se as pessoas lerem seu conteúdo, consumirem seu vídeo dentro da matéria, isso evitará um indicador que é a taxa de rejeição. 

A taxa de rejeição aponta quanto tempo as pessoas ficaram lendo sua matéria. Se os leitores entrarem em sua publicação e saírem logo, isso é um indicador ruim para o Google e ajuda a aumentar sua taxa de rejeição.

Resumindo, um vídeo publicado dentro de sua matéria, pode ajudar muito a diminuir sua taxa de rejeição.

19 - Use botões de compartilhamento - Social Sharing

19 – Use botões de compartilhamento - SEO para jornalistas
19 – Use botões de compartilhamento - SEO para jornalistas

Quando você escrever sua matéria e utilizá-la, facilite a vida do seu leitor. Se ele gostar do seu conteúdo, provavelmente ele pode indicar sua matéria e até publicar em suas redes sociais.

Para ajudar seu leitor no compartilhamento de sua publicação, deixe visível os botões de compartilhamento de redes sociais, isso vai facilitar muito na hora do compartilhamento da matéria por parte do seu leitor.

Outra coisa importante nesta ação de SEO é que o conteúdo que será compartilhado deve ser criado por você, pois se você não fizer isso, o sistema fará isso sozinho e de forma autônoma. Sendo assim, você não terá o controle do que será publicado.

20 - SEO técnico e a importância da plataforma de publicação digital

20 – Trabalho o SEO técnico em sua plataforma - SEO para jornalistas
20 – Trabalho o SEO técnico em sua plataforma - SEO para jornalistas

Outra questão importante quando o assunto é SEO voltada para o jornalismo digital, você precisa entender que fazer SEO técnico é um ponto também crucial.

 

Veja aqui um checklist para você fazer SEO técnico

  1. A plataforma tem que ser amigável e alinhada com o Google (WordPress)
    Ao fazer SEO técnico em seu projeto de jornalismo digital é a escolha da plataforma. Nesta fase você não pode errar, se não seu projeto já nasce morto.

    Minha sugestão é que você escolha plataformas baseadas em CMS (Content Management System). O WordPress é uma boa plataforma quando pensamos em SEO para projeto de jornalismo digital.

     

  2. Aumentar a velocidade do site
: carregue em até 3 segundos
    Sua plataforma precisa ter um carregamento bem rápido. O Google quer que os leitores ao encontrarem sua publicação, ele entre rapidamente na página. Ele sugere que o carregamento não ultrapasse 3 segundos.

    Para isso acontecer precisamos de uma plataforma que carregue rápido, a matéria precisa ser preparada também com imagens leves e otimizadas.

  3. Experimentar plugin de carregamento: WP Total Cache
    Para ajudar na velocidade do carregamento, existe um plugin chamado WP Total Cache.

    Ele precisa ser instalado e bem configurado por um programador. Se esta questão for bem resolvida, a performance de sua página vai melhorar muito.
  4. Instale o plugin Google AMP


    Outra coisa que você pode implementar em sua publicação, é um plugin de Google AMP (Accelerated Mobile Pages).

    Este plugin tem como função simplificar sua página, para que o leitor tenha um carregamento mais rápido do seu conteúdo.

    Esta solução foi criada pelo Google para ajudar o mercado editorial a carregar com mais rapidez suas matérias.
    Peço que fique atento a esta solução, pois já ouvi rumores do Google querer descontinuar esta solução, pois ele quer que sua publicação passe por uma reforma e já nasça naturalmente leve.

  5. Implementar dados estruturados

    Outra questão extremamente importante é estruturar os dados de sua plataforma e seu conteúdo para que o robô do Google tenha facilidade no rastreamento de sua publicação.

    Os dados estruturados ajudam a dar mais visibilidade a sua publicação e criar destaques em sua publicação no Google por exemplo. Tem um modelo chamado Rich Cards que ajuda a destacar sua publicação.
    Procure por: eleições 2022. Veja que as publicações que estruturaram os dados aparecem em destaque.

  6. Implementar diretamente o Robot.txt
    O Robot.txt é um arquivo que você pede para seu programador instalar na raiz de seu site. Como o nome diz, é um arquivo de texto no formato .txt.
    Neste arquivo você coloca as páginas que você não quer que os robôs dos buscadores encontrem. Você faz uma lista de páginas que não serão indexadas e implementa no seu site. Se quiser saber mais, acesse aqui.

     

  7. Mobile first index

    Quando você publica um conteúdo na internet, seus leitores podem encontrar esses conteúdos navegando por meio de computadores ou por smartphones.

    Com o crescimento de leitores e conteúdos digitais em smartphones, você precisa prestar atenção nesta questão.
    Se você perceber que seus conteúdos são mais acessados por smartphones, peça para seu programador implementar a solução de mobile first (mobile primeiro).

    O Mobile First quer dizer que você vai priorizar que as pessoas consumam seu conteúdo por meio de dispositivos móveis (tablets e smartphones).
    Este processo também é feito por um programador experiente.

     

  8. YOAST SEO (plugin)
    Já falamos deste plugin aqui, mas ele não poderia ficar fora da lista quando falamos de SEO técnico.
    O plugin YOAST SEO vai ajudar na validação do seu texto e verificar fazendo um check list de todos os pontos de SEO de sua página. Ele vai mostrar pontos que estão corretos e outros que precisam melhorar.

     

  9. Google Site Kit 

    Temos aqui outro plugin que vai te ajudar a enxergar a performance do seu SEO, que é o Google Site Kit.
    Este é um plugin que é fornecido gratuitamente pelo Google que traz em forma de Dashboard informações rápidas e resumidas do desempenho de SEO de sua publicação.

    Saiba mais ou baixe o plugin

     

  10. Enviar as matérias para o Google via Search Console

    Quando você publica uma matéria em sua plataforma de conteúdo, com o tempo ela será indexada pelo Google. Saiba que você não precisa esperar que esta indexação aconteça no tempo do Google.

    Você pode acelerar esta indexação, você pode copiar a URL de sua nova publicação e impulsionar o envio para o Google por meio de uma ferramenta chamada Google Search Console. 

    Faça isso e suas publicações serão indexadas mais rapidamente.

     

  11. Fazer uma auditoria digital e arrumar os problemas
    Com as diversas publicações que você fará durante toda sua produção de conteúdo, seu site vai ficando sujo, pesado e lento.

    Se isso acontecer, sua plataforma começará a perder visibilidade nos buscadores. Sendo assim, sua relevância na web será perdida.

    Eu já tive como pontuação de SEO 86 pontos, que por causa dos problemas que a plataforma foi gerando, caiu para 64 pontos.

    Com isso, perdi muita relevância e visibilidade nos buscadores. Isso foi um problema para minha empresa, pois além de perder visibilidade, os concorrentes começaram a nos ultrapassar e começamos a perder clientes.
    Como resolvi este problema?

    Fiz uma auditoria em minha plataforma de publicação digital, encontrei os problemas que estavam atrapalhando minha visibilidade e performance de SEO e corrigimos o problema.
    Esta tarefa não é nada fácil e requer muito cuidado.

SEO PARA JORNALISTAS: RESUMO PRÁTICO


1 – Iniciar o texto com uma boa
Palavra-Chave


2 – Inserir a
Palavra-Chave no título

 

3 – O Título deve ser formatado a Heading Tag H1

 

4 – Inserir a Palavra-Chave no Subtítulo

 

5 – Subtítulos devem ser formatados com a Heading Tag H2

 

6 – A Palavra-Chave deve ser inserida no primeiro parágrafo

 

7 – O texto deve ter no mínimo 300 palavras. Para textos completos o ideal é acima de 3 mil palavras

 

A cada mil palavras, recomendamos repetir a Palavras-Chaves 9 vez, (2,5% do total de palavras do texto)

 

8 – Não é recomendado repetir a mesma Palavra-Chave sem necessidade

 

9 – Não esqueça de colocar links internos e externos

  • links internos ajuda a publicação
  • links externos ajuda os referenciados

10 – A URL (Uniform Resource Locator) deve ser amigável, por isso faça

11 – Otimize também as imagens

    • deixe as imagens bem leves
    • otimize os nomes das imagens
    • crie um texto alternativo para as imagens

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Open chat