O que há por trás de revistas e jornais online

Revis­tas e jor­nais onli­ne são impor­tan­tes a quem quer come­çar um negó­cio ou impul­si­o­nar um já exis­ten­te

Qual é a importância de criar negócios online?

   Revis­tas e jor­nais onli­ne são veí­cu­los que, como já sabe­mos, têm toma­do con­ta do ambi­en­te dos negó­ci­os. O que pou­cos não reco­nhe­cem é a neces­si­da­de de se espe­ci­a­li­zar em um negó­cio cada vez mais comum, mas cada vez menos pen­sa­do: o modo de cons­truir pla­ta­for­mas no ambi­en­te da web

   Para quem pre­ci­sa impul­si­o­nar uma revis­ta ou um jor­nal digi­tal é neces­sá­rio conhe­cer métri­cas, inte­ra­ti­vi­da­des, lin­gua­gem adap­ta­da. Assim, faz-se impres­cin­dí­vel reco­nhe­cer que o mun­do onli­ne é dife­ren­te do físi­co em diver­sos que­si­tos. 

   Quan­do opta­mos pelo digi­tal não gas­ta­mos papel, de modo a não pre­ju­di­car o meio ambi­en­te. Lá, pos­si­vel­men­te, o con­teú­do pode­rá ser enri­que­ci­do. Por meio de ima­gens, víde­os, músi­cas, sli­des, den­tre outras inte­ra­ti­vi­da­des ele muda­rá. Além dis­so, o núme­ro de aces­sos pode ser con­ta­bi­li­za­do e o con­teú­do, divul­ga­do.

Jor­nais e revis­tas onli­ne devem ser pla­ne­ja­dos com cui­da­do e aten­ção de espe­ci­a­lis­tas

Mais sobre o mundo digital

   Quan­do liga­mos o com­pu­ta­dor ou aces­sa­mos nos­sas redes soci­ais por meio de dis­po­si­ti­vos móveis logo alguém nos envia um vídeo legal ou algu­ma notí­cia bom­bás­ti­ca Não pen­sa­mos mui­to sobre o que há nos “bas­ti­do­res” des­se uni­ver­so super com­ple­xo cha­ma­do digi­tal.

   Você já parou para pen­sar que só pode­mos ter aces­so ao mun­do digi­tal se não hou­ve­rem bar­rei­ras digi­tais? Essas são as dife­ren­ças de aces­so às tec­no­lo­gi­as e mídi­as digi­tais e tam­bém à cul­tu­ra que há nes­ses ambi­en­tes, decor­ren­tes de pro­ble­mas soci­o­e­conô­mi­cos. Revis­tas e jor­nais onli­ne são cri­a­dos para apro­xi­mar lei­to­res que estão em dife­ren­tes luga­res físi­cos. Eles não pre­ci­sa­rão se des­lo­ca­rem até uma ban­ca, ape­nas aper­ta­rem um botão e pron­to! Um sim­ples toque pou­pa­rá horas, des­gas­te físi­co e men­tal.

   No cibe­res­pa­ço, além de com­par­ti­lha­men­to, cri­am-se situ­a­ções reais em cau­sas e efeitos.Marshall McLuhan, pen­sa­dor cana­den­se, já pen­sou nes­se ter­mo há um bom tem­po. Ele desen­vol­veu teses sobre as novas tec­no­lo­gi­as e cri­ou o con­cei­to de aldeia glo­bal, acre­di­tan­do que o mun­do digi­tal apro­xi­ma as pes­so­as. McLuhan pode­ria ser nos­so con­tem­po­râ­neo. (Quer conhe­cer melhor o McLuhan? Leia mais).

Inte­ra­ção por meio do mun­do digi­tal ocor­re sem pen­sar!

   A con­ver­gên­cia digi­tal, ou seja, inte­gra­ção entre com­pu­ta­do­res, mei­os de comu­ni­ca­ção e redes digi­tais pos­si­bi­li­ta uma inte­ra­ti­vi­da­de entre os usuá­ri­os. Assim, faz com que haja a pos­si­bi­li­da­de aber­ta pelas tec­no­lo­gi­as para aumen­tar o conhe­ci­men­to. Este é mui­to mais desen­vol­vi­do quan­do há inte­ra­ção entre os indi­ví­du­os como em redes soci­ais, por exem­plo. 

   Por isso, pode-se afir­mar que revis­tas e jor­nais onli­ne são estra­té­gi­as que pro­pa­gam inte­ra­ção entre usuá­ri­os. Se todos uti­li­zam fer­ra­men­tas digi­tais, sem gas­tar papel e des­ma­tar o meio ambi­en­te. É impos­sí­vel, por­tan­to, não com­par­ti­lhar e cri­ar uma esfe­ra ami­gá­vel de conhe­ci­men­to.

Onda digital. Como aproveitar a maré?

   Diver­sos jor­nais e mui­tas revis­tas sur­gi­ram a fim de con­quis­ta­rem os lei­to­res que nave­gam na inter­net e não param para folhe­a­rem papeis. Há, como exem­plos, a RDO, a Ado­be DPS – Digi­tal Publishing Sui­te, a Digi­tal Page,  a Twixl e a Mag­tab.

   Algu­mas delas não visam o depó­si­to ape­nas em tablets e smartpho­nes, mas tam­bém em com­pu­ta­do­res. Ten­do em vis­ta a impor­tân­cia do mer­ca­do de mídia edi­to­ri­al para os mei­os de comu­ni­ca­ção, não pode­mos esque­cer dos jor­nais e das revis­tas. Ambos são mei­os de comu­ni­ca­ção con­so­li­da­dos há mui­to tem­po. Eles são fon­tes for­tes e con­fiá­veis no con­su­mo de con­teú­dos, são rápi­dos e pro­fun­dos, são gené­ri­cos e espe­ci­a­lis­tas, ou seja, a impor­tân­cia do mer­ca­do de comu­ni­ca­ção impres­sa é extre­ma­men­te rele­van­te para os lei­to­res, para as edi­to­ras e para a publi­ci­da­de (…)

Para que ser­vem as redes soci­ais se não para com­par­ti­lhar conhe­ci­men­to por meio da inte­ra­ção?

De rei para exemplo

   O rei­na­do da mídia impres­sa vem se adap­tan­do des­de 2010, quan­do pas­sou por um pro­ces­so de con­ver­gên­cia digi­tal gran­de e, em mui­tos casos, este pro­ces­so foi for­ça­do. Não é neces­sá­rio copi­ar o que se faz no impres­so e cri­ar o digi­tal, pelo con­trá­rio.

   Algu­mas estra­té­gi­as per­ma­ne­cem, mas a mai­o­ria muda e os veí­cu­los impres­sos se tor­nam exem­plos, porém nada é segui­do de modo irres­tri­to. Por­que, para que o desen­vol­vi­men­to des­sas revis­tas e jor­nais digi­tais seja mais natu­ral, faz-se neces­sá­rio ter (por exem­plo) um nível de inte­ra­ti­vi­da­de sufi­ci­en­te para que você pos­sa enri­que­cer o con­teú­do de sua publi­ca­ção. Total­men­te dife­ren­te do que se faz com os anti­gos mei­os físi­cos. Nos novos, o ide­al é não ter pro­ble­ma em colo­car víde­os, gale­ri­as de ima­gens, grá­fi­cos ani­ma­dos, ani­ma­ções, músi­cas, mapas, sli­deshows.

Jor­nais, revis­tas, catá­lo­gos, news­let­ters, den­tre mui­tos outros veí­cu­los e publi­ca­ções

   Para você publi­car uma revis­ta ou jor­nal onli­ne na pla­ta­for­ma RDO – Revis­ta Digi­tal Onli­ne – por exem­plo, o inves­ti­men­to é mais aces­sí­vel do que o pra­ti­ca­do no mer­ca­do. Com ela você tem res­pal­do téc­ni­co com trei­na­men­tos em víde­os publi­ca­dos no You­tu­becom aula de dia­gra­ma­ção, oti­mi­za­ção para web, den­tre outros. 

   É impor­tan­te res­sal­tar que não pen­sa­mos em um lei­tor já fami­li­a­ri­za­do com o uni­ver­so digi­tal. Cri­ou-se, assim, tam­bém um blog (espe­ci­al­men­te para auxi­li­ar quem quer apri­mo­rar o conhe­ci­men­to sobre ambi­en­tes digi­tais — afi­nal, nin­guém pre­ci­sa nas­cer um espe­ci­a­lis­ta, mas pode facil­men­te se tor­nar um). 

   Com a RDO, pro­fis­si­o­nais capa­ci­ta­dos e com amplo port­fó­lio irão auxi­liá-lo e sanar as pos­sí­veis dúvi­das. No caso do catá­lo­go, com a nos­sa pla­ta­for­ma é fácil pro­du­zir revis­tas, jor­nais, catá­lo­gos, no ambi­en­te web (inter­net), poden­do aces­sar os con­teú­dos em note­bo­oks, phablets,tablets e smartpho­nes. Além dis­so, tam­bém pode ser embar­ca­da em apli­ca­ti­vos de revis­tas digi­tais com sis­te­ma IOSAndroid.

Revis­tas e jor­nais onli­ne devem ser cri­a­dos por quem enten­de! Faça negó­cio com a RDO

Se qui­ser saber mais, entre em con­ta­to conos­co! RDO – A pla­ta­for­ma de publi­ca­ção digi­tal que fun­ci­o­na

Por: Mar­ce­la Schi­a­von

contato@revistadigitalonline.com.br

www.revistadigitalonline.com.br

Tele­fo­ne: 11 2307–2737

1 comentário

Comentários estão bloqueados.