Mídias Digitais

Mídi­as digi­tais são, hoje, par­tes neces­sá­ri­as das nos­sas vidas. Enten­da por quê!

   Segun­do o site Plug­ci­ta­ri­os: “(…) Mídi­as digi­tais estão pre­sen­tes na nos­sa roti­na há alguns anos, mas só há pou­co tem­po é que dei­xa­ram de ser ape­nas uma fer­ra­men­ta de entre­te­ni­men­to. Hoje, elas assu­mem um papel indis­pen­sá­vel na vida das pes­so­as. O apa­re­lho celu­lar, por exem­plo, que antes ser­via ape­nas para fazer liga­ções ou envi­ar men­sa­gens de tex­to, aca­bou se tor­nan­do um com­pu­ta­dor de bol­so, pas­san­do a ser cha­ma­do de smartpho­ne – aliás, um nome jus­to ten­do em vis­ta sua fun­ci­o­na­li­da­de. A mes­ma ideia ser­ve para os tablets. Depois dos apli­ca­ti­vos, a inser­ção des­se tipo de mídia na vida das pes­so­as se tor­nou rea­li­da­de e se con­so­li­dou de for­ma tão natu­ral que che­ga a ser espan­to­so. Pode­mos con­tro­lar mui­ta coi­sa atra­vés do celu­lar, qua­se tudo se faz por meio de um apa­re­lho com cone­xão à inter­net – tran­sa­ções ban­cá­ri­as, agen­da­men­to médi­co, aná­li­se da melhor rota no trân­si­to, assis­tir um fil­me, inte­ra­gir com ami­gos ou até mes­mo conhe­cer gen­te nova”.

 

Mídias Digitais e Luís Mauro

   Se hoje exis­tem for­tu­nas e mili­o­ná­ri­os é por­que há a indús­tria da mídia. Antes, o ter­mo “mei­os de comu­ni­ca­ção de mas­sa” englo­ba­va o meio impres­so, mas atu­al­men­te não pode­mos esque­cer das mídi­as digi­tais e da inter­net. Com o cres­ci­men­to do mun­do vir­tu­al sur­gi­ram novas neces­si­da­des como a conec­ti­vi­da­de cons­tan­te e o alcan­ce glo­bal em peque­nos toques.

   Júlia Faria do Núcleo de Mídi­as Digi­tais da Facul­da­de Cás­per Líbe­ro escre­veu uma maté­ria incrí­vel sobre o lan­ça­men­to do livro “Teo­ria das Mídi­as Digi­tais” de Luis Mau­ro. O pro­fes­sor da fun­da­ção con­tou um pou­co mais sobre a ideia da publi­ca­ção. “Segun­do o pro­fes­sor, a ideia do livro sur­giu em uma con­ver­sa com o edi­tor da Edi­to­ra Vozes, Lidio Peret­ti. Na oca­sião, Luís Mau­ro comen­tou com o edi­tor que gos­ta­ria de ter um livro que jun­tas­se todas as teo­ri­as rela­ci­o­na­das à inter­net. Lidio per­gun­tou, então, por que o pró­prio pro­fes­sor não assu­mia um pro­je­to assim”.

   “A obra, que levou um ano e meio para ser escri­ta, traz um pano­ra­ma das teo­ri­as sobre o mun­do digi­tal, abor­dan­do ques­tões acer­ca da ciber­cul­tu­ra e do cibe­res­pa­ço e ‘reú­ne idei­as e pen­sa­do­res que pro­cu­ra­ram enten­der alguns aspec­tos des­sa rea­li­da­de onde as mídi­as digi­tais fazem par­te do nos­so coti­di­a­no’, con­ta Luís Mau­ro”. Leia mais aqui.

 

RDO — Revista Digital Online

   Seguin­do estas idei­as sur­giu a RDO — Revis­ta Digi­tal Onli­ne. Nela, os cus­tos são bai­xos. Você não pre­ci­sa­rá desem­bol­sar mui­to para fazer sua Revis­ta Digi­tal Onli­ne, já que, dife­ren­te­men­te de outras pla­ta­for­mas, é um pro­je­to úni­co, ino­va­dor e reple­to de van­ta­gens digi­tais.

   A RDO é uma pla­ta­for­ma de publi­ca­ção digi­tal, onde é pos­sí­vel publi­car revis­tas digi­tais, catá­lo­gos inte­ra­ti­vos, jor­nais na web e o que sua ima­gi­na­ção per­mi­tir.  Com a Revis­ta Digi­tal Onli­ne é pos­sí­vel publi­car revis­tas na inter­net poden­do ser aces­sa­do em com­pu­ta­do­res, tablets e smartpho­nes e tam­bém pode ser embar­ca­da em apli­ca­ti­vos de revis­tas digi­tais com sis­te­ma IOS e Android.

   A pla­ta­for­ma tem o con­cei­to de publi­ca­ção digi­tal seme­lhan­te as pla­ta­for­mas Ado­be DPS – Digi­tal Publishing Sui­te, Digi­tal Page, Twixl e Mag­tab. Nos­so gran­de dife­ren­ci­al é o ali­nha­men­to com as bus­cas orgâ­ni­cas do Goo­gle, isto quer dizer que com a RDO é pos­sí­vel con­se­guir novos lei­to­res para sua revis­ta por meio de pes­qui­sas na web, além de ter uma pre­sen­ça for­te em ambi­en­te onli­ne.

RDO – A pla­ta­for­ma de publi­ca­ção digi­tal que fun­ci­o­na

Por: Mar­ce­la Schi­a­von

contato@revistadigitalonline.com.br

www.revistadigitalonline.com.br

Tele­fo­ne: 11 2307–2737