Crescimento de anúncios em ambientes digitais

Crescimento de anúncios em ambientes digitais

   Anún­ci­os digi­tais aumen­tan­do? Isso já é um fenô­me­no com­pro­va­do. As publi­ca­ções onli­ne ou aque­las que podem ser aces­sa­das por meio de apli­ca­ti­vos já con­quis­ta­ram gran­de espa­ço no mun­do. Hoje, as pes­so­as têm mui­ta pres­sa e pou­co con­se­guem tem­po para folhe­a­rem uma revis­ta, jor­nal ou livro físi­co. Des­se modo, os veí­cu­los anti­gos pre­ci­sam se ade­quar aos novos tem­pos. Estes per­mi­tem amplo cres­ci­men­to de anún­ci­os em ambi­en­tes digi­tais gra­ças às boas ini­ci­a­ti­vas e às pla­ta­for­mas de qua­li­da­de.

Exemplos

   Há diver­sas pro­pa­gan­das que demons­tram o bom cres­ci­men­to de anún­ci­os em ambi­en­tes digi­tais ou ali­an­do-se a eles. Pode-se citar a Coca Cola que trans­for­mou a revis­ta “Capri­cho” em um ampli­fi­ca­dor. “Cele­bran­do o um ano de rádio Coca-Cola FM, a mar­ca ino­vou ao trans­for­mar a revis­ta Capri­cho em um ampli­fi­ca­dor de som. Segun­do a Exa­me, os assi­nan­tes da Capri­cho adqui­ri­am a revis­ta com um anún­cio que, dobra­do cor­re­ta­men­te, se trans­for­ma­va num ampli­fi­ca­dor, dan­do uma nova uti­li­da­de ao pro­du­to. A ação e o fil­me foram cri­a­dos pela JWT. O vídeo mos­tra como fun­ci­o­na a peça publi­ci­tá­ria que, dobra­da, cria um encai­xe per­fei­to para o celu­lar que, ao tocar músi­ca, trans­for­ma o veí­cu­lo impres­so em um ampli­fi­ca­dor”. (Leia mais aqui).

   Outro exem­plo pode ser lido na ínte­gra em Épo­ca Negó­ci­os :“No fim de junho, a Supre­ma Cor­te dos Esta­dos Uni­dos decla­rou incons­ti­tu­ci­o­nais as leis que proi­bi­am o casa­men­to entre gays nos 50 esta­dos ame­ri­ca­nos. Tão logo a medi­da foi anun­ci­a­da, Barack Oba­ma tui­tou: #LoveWins (lite­ral­men­te, o ‘amor ven­ce’). Foi uma fes­ta. A par­tir daí, um tur­bi­lhão digi­tal var­reu o mun­do. De acor­do com o Labo­ra­tó­rio de Estu­dos sobre Ima­gem e Ciber­cul­tu­ra (Labic), uma con­sul­to­ria espe­ci­a­li­za­da no moni­to­ra­men­to da web, a expres­são apa­re­ceu em 12 milhões de publi­ca­ções na inter­net, em todos os idi­o­mas – sen­do 630 mil em por­tu­guês. Isso em somen­te 24 horas. Ou seja, a reper­cus­são, tan­to do fato quan­to da fra­se, foi eston­te­an­te – e ins­tan­tâ­nea (…) O que se viu naque­la oca­sião, con­tu­do, não foram ações irre­fle­ti­das, dis­pa­ra­das ao mes­mo por empre­sas que agi­ram de for­ma espon­tâ­nea, leva­das pelo ine­bri­an­te zum-zum das redes soci­ais. Na mai­o­ria dos casos, a inves­ti­da das mar­cas (como na inun­da­ção de arco-íris digi­tais) retra­ta um fenô­me­no exe­cu­ta­do com algum cál­cu­lo e uma pilha de segun­das inten­ções. Esse tipo de ini­ci­a­ti­va tem até nome. Os publi­ci­tá­ri­os a defi­nem como mar­ke­ting em tem­po real (ou real time mar­ke­ting, no jar­gão)”.

A RDO ajuda no crescimento de anúncios em ambientes digitais

   A pla­ta­for­ma de Revis­ta Digi­tal Onli­ne é per­fei­ta para pro­pa­gan­das. O con­teú­do é extre­ma­men­te atra­ti­vo por­que a RDO é total­men­te oti­mi­za­da para os bus­ca­do­res como Goo­gle, Bing, etc.Isso quer dizer que além de ser uma revis­ta digi­tal é tam­bém uma fer­ra­men­ta de mar­ke­ting, faci­li­tan­do o cres­ci­men­to de anún­ci­os em ambi­en­tes digi­tais. Além dis­so, há o com­par­ti­lha­men­to de con­teú­dos em redes soci­ais. Esta é uma gran­de van­ta­gem da RDO, pois se o lei­tor gos­tar pode com­par­ti­lhar com os ami­gos via Face­bo­ok, Twit­ter, Goo­gle Plus, What­sapp. É impor­tan­te lem­brar que o nível de inte­ra­ti­vi­da­de encon­tra­da na pla­ta­for­ma é o sufi­ci­en­te para que você pos­sa enri­que­cer o con­teú­do de sua publi­ca­ção. Nes­ta pla­ta­for­ma é pos­sí­vel colo­car víde­os, gale­ri­as de ima­gens, grá­fi­cos ani­ma­dos, den­tre mui­tos outros não pos­sí­veis em ambi­en­tes físi­cos.

RDO – A pla­ta­for­ma de publi­ca­ção digi­tal que fun­ci­o­na

Por: Mar­ce­la Schi­a­von

contato@revistadigitalonline.com.br

www.revistadigitalonline.com.br

Tele­fo­ne: 11 2307–2737