ADOBE DPS – DIGITAL PUBLISHING SUITE COMO REFERÊNCIA E PADRÕES

POR ADRIANO RODRIGUES

O Adobe DPS é uma plataforma de publicação digital que não serve apenas para a produção de revistas digitais. Com ele, é possível desenvolver também catálogos, livros, anúncios etc, todos de forma a permitir o “diálogo” com os usuários, com inúmeros recursos de interatividade, mas esse assunto abordaremos mais adiante.

Como já foi dito, para se produzir revista digital  por meio de plataforma é necessário o uso de software e, para se produzir para a plataforma Adobe DPS, é necessário o uso do Adobe Indesign. Nesta questão, a Adobe foi muito inteligente e astuta, pois usa o Indesign com principal ferramenta de diagramação da revista digital interativa. Com essa estratégia, a Adobe aproveita todo know-how que diagramadores e designers de revistas impressas têm, pois muitos já usam o Adobe Indesign como ferramenta de diagramação em suas publicações. Com o Indesign, torna-se imprescindível, neste processo de produção digital, que o diagramador aprenda apenas as funções e ferramentas da plataforma, ou seja, a Adobe quis aproveitar toda experiência dos diagramadores e aplicar neste novo processo de produção de revista digital.

Para se ter êxito na produção de revista digital, não basta apenas aprender novas ferramentas e adaptá-las para serem usadas em uma plataforma, é preciso pensar diferente, pois produzir para o impresso é bem diferente de produzir para o digital. Os diagramadores e designers precisam se preparar técnica e conceitualmente.

Para se produzir revista digital por meio de plataforma, é preciso entender algumas coisas importantes, vamos a elas.

Primeiro, é preciso saber que a parte pesada da programação de computador (parte fundamental para se produzir conteúdos digitais) já vem pronta. Além da parte da diagramação, na aplicação dos recursos interativos, teste em computadores e dispositivos móveis, a produção do aplicativo e a distribuição já vêm formatados e embutidos na plataforma. Depois, é preciso entender todos os processos e conceitos de produção digital. E, finalmente, é preciso saber que o processo de convergência não é um simples apertar de botões e sim um mudar de postura e pensamentos.

Para fazer produções digitais no Adobe DPS é necessário entender algumas etapas do processo de produção. Vamos a elas:
  1. Para começar a produzir para Adobe DPS, é necessária a instalação de dois plugins no Indesign, o Folio Overlay e o Adobe Content Viewer.  
    • Folio Overlay: é um plugin de aplicações dos recursos interativos como hyperlinks, galeria de imagens com slideshow, aplicação de sequência de imagens, inclusões de áudio e vídeo, inclusão de imagens panorâmicas, podemos embarcar conteúdos web (online ou offline), imagens panorâmicas e zoom etc.
    • Adobe Content Viewer: este plugin tem várias funções, como ajudar o diagramador a fazer testes de sua publicação no computador (antes de ser publicada definitivamente), serve para fazer a publicação em forma de teste e, depois, definitiva e, por último, serve também para gerenciar todo o processo de publicação digital do conteúdo produzido;
  2. Na publicação das revistas digitais, por se tratar de outro suporte (o digital), ganhamos inúmeros recursos de interatividade (como vimos no texto sobre folio overlay) e isso é uma novidade e uma grande vantagem em relação às revistas impressas, pois os jornalistas podem comunicar por meio de vários recursos, oriundos das interatividades. As etapas seguintes serão aqui citadas mas seu aprofundamento será explorado em itens, separadamente, e com mais detalhes;
  3. Para fazer a publicação digital em dispositivos móveis é preciso criar um aplicativo e isto a plataforma ajuda a fazer, tornando mais fácil esta tarefa tão árdua. A grande vantagem deste processo é que a produção deste aplicativo é sem o uso de programação alguma. O processo de produção de aplicativo é complexo e é preciso entender a linguagem nativa de programação de cada sistema operacional dos dispositivos móveis com o IOS da Apple, o Android do Google etc;
  4. publicação digital buscou muitas referências da publicação impressa e uma delas é a produção de banca digital, semelhante à banca de jornais, onde as publicações impressas são vendidas;
  5. O processo de distribuição e comercialização das revistas digitais também mudou bastante em relação a sua versão impressa. Ele ficou automatizado e refém de outras empresas como Apple, Google, MicrosoftAmazon etc;
Rolar para cima